Olopatadina

Ações terapêuticas.

Antialérgico.

Propriedades.

Trata-se de um inibidor da liberação da histamina produzida pelos mastócitos e também atua como antagonista parcialmente seletivo da união da histamina a seus receptores do tipo H1, inibindo as reações de hipersensibilidade imediata tipo 1. A olopatadina não tem atividade sobre os receptores alfa-adrenérgicos, dopaminérgicos e muscarínicos subtipos 1 e 2. Possui uma meia-vida, após sua instilação, de aproximadamente 3 horas. A eliminação do fármaco se realiza principalmente por via renal na forma inalterada (70-80% da dose administrada) e o restante na forma de metabólitos mono-desmetilados e N-oxidados.

Indicações.

Conjuntivite alérgica.

Posologia.

Adultos e crianças maiores de 3 anos: 0,05 mg em cada olho (equivalente a uma gota de uma solução a 0,1%) cada 6 a 8 horas.

Superdosagem.

Não foram registrados casos de superdosagem.

Reações adversas.

As principais reações adversas incluem cefaleia, astenia, visão turva, rubor, síndrome gripal, olhos secos, sensação de corpo estranho no olho, hiperemia, hipersensibilidade, queratite, edema palpebral, náuseas, faringite, prurido, rinite, sinusite, alterações no paladar.

Precauções.

Recomenda-se não ter colocadas as lentes de contato durante sua instilação; as lentes podem ser reinstaladas após aproximadamente 30 minutos após a administração da substância. Não administrar a pacientes com idade inferior a 3 anos. Administrar com precaução a mulheres durante o período de amamentação. Estudos em ratos e coelhos demonstraram que a olopatadina não tem efeitos teratogênicos, embora em altas doses observou-se diminuição da viabilidade fetal. Não obstante, posto que não foram realizados estudos adequados em mulheres grávidas, recomenda-se não utilizar nessa condição, exceto quando os benefícios para a mãe superarem os riscos para o feto. A olopatadina não é carcinogênica nem possui efeito mutagênico, pois não induz alterações do DNA em ensaios in vitro e in vivo. Em doses muito superiores às administradas em humanos, a olopatadina diminui o índice de fertilidade e a taxa de implantação fetal.

Interações.

Não são conhecidas interações medicamentosas para este fármaco.

Contraindicações.

Pacientes com hipersensibilidade à substância.

Princípios ativos que interagem com Olopatadina

Medicamentos que tem Olopatadina