Ofatumumabe

Ações terapêuticas.

Antineoplásico.

Propriedades.

Este composto é um anticorpo monoclonal humano (IgG1) produzido em uma linhagem recombinante murina (NS0) que se une especificamente a um epitopo bem diferenciado compreendendo as alças extracelulares grande e pequena da molécula CD20, que é uma fosfoproteína transmembrana expressa nos linfócitos 3. Este fato gera citotoxicidade com a consequente lise das células tumorais. Além disto, sua união permite o recrutamento das células "natural killer" que propiciam a indução da morte celular através da citotoxicidade celular anticorpo-dependente. A aplicação é feita por perfusão intravenosa; a degradação da substância dá origem a pequenos peptídeos e aminoácidos individuais mediante a ação de enzimas proteolíticas.

Indicações.

Leucemia linfocítica crônica (LLC).

Posologia.

O esquema recomendado é aplicação de 300 mg no dia 1, seguido de 1000 mg uma semana depois, no dia 8 (ciclo 1). Em seguida, 1000 mg no dia 1 dos ciclos posteriores, durante pelo menos 3 ciclos.

Reações adversas.

Neutropenia, anemia, infecção respiratória, pirexia, náuseas, erupções cutâneas.

Precauções.

Antes de iniciar a perfusão deve-se realizar uma premedicação que consiste em 1000 mg de paracetamol, 50 mg de difenidramina e 50 mg de prednisolona.

Contraindicações.

Hipersensibilidade ao princípio ativo.