Iodopovidona

Ações terapêuticas.

Antisséptico.

Propriedades.

A iodopovidona apresenta-se numa série de formas farmacêuticas; elas são líquidos para cirurgia, de uso doméstico, sabonete, gel e creme. É um antisséptico com capacidade germicida para muitas classes de patógenos, inclusive aqueles que causam infecções intra-hospitalares, bactérias Gram-positivas e Gram-negativas (incluindo micobactérias e cepas resistentes a vários antibióticos), fungos, vírus e protozoários. A maioria das bactérias desaparece em 15 a 30 segundos in vitro; não foi observada resistência. Possui atividade germicida na presença de quantidades importantes de sangue, pus ou secreções mucosas. Quando usado em cirurgia, seus efeitos podem durar até 8 horas.

Indicações.

Antissepsia cirúrgica e geral.

Posologia.

Conforme as características da lesão, aplica-se diretamente sobre a área afetada, que pode ser coberta com gaze caso forem utilizados cremes ou gel.

Reações adversas.

Irritação da pele, especialmente em pacientes com hipersensibilidade aos compostos que contêm iodo.

Precauções.

Nos casos de irritação local, sensibilidade, dor ou edema, deve-se retirar imediatamente. Quando usado nas preparações pré-operatórias, não aquecer o local antes da aplicação. Não aplicar em feridas provocadas por objetos pontiagudos ou profundas, nem em queimaduras graves.