DUO-CETOFEN

MEDLEY

cetoprofeno

Analgésico. Antiinflamatório.

Composição.

Cetoprofeno.

Indicações.

Anti-inflamatório, analgésico e antipirético.

Contraindicações.

hipersensibilidade ao cetoprofeno, ao ácido acetilsalicílico ou a outros anti-inflamatórios não esteroidais. Insuficiência cardíaca severa; histórico de úlcera péptica ou úlcera péptica ativa/hemorrágica; histórico de sangramento ou perfuração gastrintestinal, relacionada ao uso de AINES; insuficiência hepática severa; insuficiência renal severa; terceiro trimestre da gravidez.

Advertências e precauções.

Cautela em pacientes com: lupus eritematoso sistêmico, hipertensão, doença arterial periférica e/ou doença cerebrovascular, doença gastrintestinal. Não se deve dirigir veículos ou operar máquinas e ingerir bebidas alcoólicas. Nas doenças infecciosas, mesmo quando controladas, os sinais habituais de infecção podem ser mascarados. Não é recomendado em mulheres que estão tentando engravidar e durante amamentação. Idosos devem ser monitorados.

Interações medicamentosas.

outros anti-inflamatórios não esteroidais, inclusive inibidores seletivos da ciclo-oxige-nase 2, e altas dosagens de salicilatos, álcool, anticoagulantes, inibidores da agregação plaquetária, lítio, outros medicamentos fotossensibilizantes, metotrexato, corticosteróides, diuréticos, pentoxifilina, agentes anti-hipertensivos, trombolíticos, probenecida, inibidores seletivos da recaptação de serotonina, alimentos.

Posologia e modo de usar.

Geral: tratamento de ataque: 300 mg/dia, divididos em 2 administrações. Tratamento de manutenção:150 mg/dia, em dose única. Dose máxima diária: 300 mg. Enxaqueca: 1/2 comprimido (75 mg). Uma segunda dose não deve ser administrada durante a mesma crise. Caso a dose de 1/2 comprimido não seja suficiente, administrar 1 comprimido (150 mg) na próxima crise. Insuficiência renal e idosos: reduzir a dose inicial e manter com a menor dose eficaz. Insuficiência hepática: monitoramento cuidadoso e manter a dose mínima eficaz diária. USO ADULTO.

Reações adversas.

cefaleia, sonolência, vertigem, dispepsia, náusea, dor abdominal, vômito, constipação, diarreia, flatulência, gastrite, erupção cutânea, prurido, edema.

Dizeres legais.

Registro no MS: 1.0181.0601.
VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.
SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

Princípios Ativos de Duo-cetofen

Laboratório que produce Duo-cetofen