CICLOLATO

LATINOFARMA

ciclopentolato

Cicloplégico. Midriático.

Apresentações.

Colírio: embalagem com 1 frasco plástico conta-gotas contendo 5 mL de solução estéril.
USO ADULTO E PEDIÁTRICO.

Composição.

Cada mL contém: cloridrato de ciclopentolato 10 mg; Veículo estéril q.s.p. 1 mL. Componentes não ativos: ácido bórico, carbonato de sódio, cloreto de potássio, edetato dissódico, cloreto de benzalcônio (como conservante) e água purificada.

Informações técnicas.

O cloridrato de ciclopentolato é um bloqueador colinérgico. Utilizado por via tópica ocular, bloqueia a resposta dos músculos do esfíncter da íris e de acomodação do corpo ciliar à estimulação colinérgica, produzindo dilatação pupilar (midríase) e paralisia de acomodação (cicloplegia).O início de efeito é rápido. O efeito cicloplégico máximo é alcançado entre 25 a 75 minutos. A duração de efeito é curta; o tempo de recuperação total da acomodação visual, usualmente é entre 6 a 24 horas e da recuperação total da midríase é de vários dias.

Indicações.

Midríase e cicloplegia. Adjuvante no estudo da refração ou na oftalmoscopia. Tratamento de distúrbios inflamatórios dos olhos: irite, iridociclite, ceratite e coroidite.

Contraindicações.

Glaucoma de ângulo estreito ou na presença de ângulo estreito anatômico. Hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

Advertências e precauções.

Somente para uso tópico oftálmico.
Precauções: O produto deve ser usado com cautela em pacientes idosos ou indivíduos em que a pressão intraocular possa estar aumentada. Para evitar a indução de glaucoma de ângulo estreito, é aconselhável avaliar a abertura do ângulo da câmara anterior. Para minimizar a absorção sistêmica, o saco lacrimal deve ser comprimido por 2 ou 3 minutos após a instilação do colírio. Lave as mãos após o uso do produto. O uso em crianças requer extrema cautela. Observe atentamente a criança durante pelo menos 30 minutos após a instilação. O ciclopentolato pode afetar desfavoravelmente pacientes portadores de distúrbios cardiovasculares, hipertensão ou hipertireoidismo. O paciente deve ser avisado a não dirigir veículos ou executar tarefas perigosas enquanto as pupilas estiverem dilatadas e a proteger os olhos da iluminação excessiva.

Interações medicamentosas.

O uso concomitante com a pilocarpina interfere na sua ação antiglaucomatosa. O uso concomitante com os inibidores da colinesterase oftálmica pode antagonizar os efeitos destes medicamentos.

Posologia e modo de usar.

Exclusivamente de acordo com a indicação e critério médico. 1 ou 2 gotas são geralmente suficientes para obter os efeitos desejados.

Reações adversas.

Elevação da pressão intraocular. Ardência transitória ou sintomas de irritação ocular. A absorção sistêmica poderá resultar em efeitos atropínicos sobre o sistema nervoso central (ataxia, incoerência da conversação, agitação, hiperatividade, convulsão, desorientação de tempo e espaço). Podem ocorrer também taquicardia, hiperpirexia, vasodilatação, retenção urinária, diminuição da motilidade intestinal e das secreções salivares e sudoríparas.

Superdose.

No caso de manifestações severas de toxicidade, adotar os procedimentos habituais para intoxicação atropínica. O antídoto de escolha é o salicilato de fisostigmina.
Uso geriátrico: CICLOLATO (ciclopentolato) solução oftálmica pode ser usado por pessoas acima de 65 anos de idade, desde que observadas as precauções comuns ao produto.

Dizeres legais.

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.
SÓ PODE SER VENDIDO SOB RETENÇÃO DE RECEITA.
MS n° 1.1725.0034.001-2

Princípios Ativos de Ciclolato

Laboratório que produce Ciclolato