Pirenoxina

Ações terapêuticas.

Anticatarata.

Propriedades.

Forma complexos solúveis com as proteínas do cristalino, portadoras de grupos sulfidrila com os quais apresenta grande afinidade. Seu efeito parece estar relacionado à inibição ou ao retardo na formação de precipitados proteicos ao nível do cristalino, impedindo desse modo a formação e a progressão da catarata.

Indicações.

Tratamento e prevenção da catarata.

Posologia.

Instilar, em cada olho, 1 ou 2 gotas, seis vezes/dia, de solução contendo 50 mg/ml de pirenoxina.

Reações adversas.

Queratite superficial difusa, blefarite periférica, hiperemia conjuntival, ardor, prurido ocular.

Medicamentos que tem Pirenoxina