Ceftazidima

Ações terapêuticas.

Antibiótico.

Propriedades.

A ceftazidima é uma cefalosporina de terceira geração semissintética injetável de amplo espectro. Desenvolve sua ação em especial sobre germes Gram-positivos, Gram-negativos e pseudomonas. Após uma administração IV de 0,5 g e 1 g durante 5 minutos, em adultos voluntários normais, foram obtidos picos séricos de 45 mg a 90 mg/ml, respectivamente. Após a infusão IV de 500 mg, 1 g e 2 g durante 30 minutos, em voluntários sãos, foram obtidos picos de concentração sérica de 42,69 mg e 170 mg/ml. A absorção e a eliminação de ceftazidima foram diretamente proporcionais à magnitude da dose. A meia-vida após uma administração IV foi de aproximadamente 2 horas. De 80% a 90% da dose IM ou IV de ceftazidima foram excretados inalterados pela urina, durante um período de 24 horas.

Indicações.

Infecções dos tratos respiratório e geniturinário. Infecções otorrinolaringológicas, de pele e de tecidos moles. Infecções osteoarticulares. Peritonite e outras infecções intra-abdominais. Septicemias bacterianas. Doença inflamatória pélvica, endometrite e outras infecções do aparelho genital feminino. Infecções enterocócicas. Infecções do sistema nervoso central.

Posologia.

A ceftazidima deve ser administrada por via IM ou IV logo após sua reconstituição. As doses totais diárias são as mesmas para ambas as vias. Em forma IV pode ser administrada como infusão intermitente (dissolvida em cloreto de sódio a 0,9%, dextrose a 5% ou 10%, solução de Ringer-lactato com dextrose a 5% e solução de Ringer-lactato com dextrose a 5% e cloreto de sódio a 0,9%) ou como injeção IV. As doses para adultos flutuam de acordo com a gravidade da infecção entre 1 e 2 g, divididos em administrações a cada 8 ou 12 horas.

Reações adversas.

Distúrbios gastrintestinais, náuseas, vômitos e diarreia. Reações dermatológicas por hipersensibilidade. Esse como outros betalactâmicos, com o uso prolongado podem surgir neutropenia reversível. Sintomas derivados do SNC: cefaleias, vertigem e parestesias.

Precauções.

Hipersensibilidade às penicilinas. Em insuficiência renal grave, reduzir as doses pela metade, especialmente se elas forem elevadas ou em combinação com agentes nefrotóxicos. A meia-vida da ceftazidima é levemente diminuída durante a hemodiálise. Gravidez e lactação.

Interações.

Sua ação pode ser inibida pela administração simultânea de agentes bacteriostáticos (tetraciclinas, cloranfenicol, sulfamidas). Com o uso concomitante pode aumentar a nefrotoxicidade dos aminoglicosídeos e dos diuréticos potentes como a furosemida. Pode antagonizar os efeitos do cloranfenicol. Pode dar reações falsamente positivas quando administrada junto aos testes de glicosúria.

Contraindicações.

Hipersensibilidade às cefalosporinas.