ANAEROCID

SIGMA PHARMA

clindamicina

Antiinfeccioso vaginal.

Apresentações.

Creme vaginal 20mg/g: caixa contendo 1 bisnaga com 20 g + 3 aplicadores. Creme vaginal: 20mg/g: caixa contendo 1 bisnaga com 40 g + 7 aplicadores.
Uso Adulto. Uso Tópico (intravaginal).

Composição.

Cada g do creme vaginal contém: fosfato de clindamicina 26,386 mg (equivalente a 20 mg de clindamicina).

Indicações.

Anaerocid® creme vaginal é indicado no tratamento da vaginose bacteriana.

Contraindicações.

Anaerocid® creme vaginal é contraindicado em pacientes que já apresentaram hipersensibilidade à clindamicina ou à lincomicina. É também contra-indicado a pacientes com história de enterites regionais, colites ulcerativas ou em história de colite associada a antibióticos.

Advertências e precauções.

Não foi estabelecida a segurança e a eficácia deste produto em crianças. Outros patógenos associados com a vulvovaginite, como, por exemplo, Trichomonas vaginalis e Candida albicans, devem ser descartados como agentes etiológicos através de exames laboratoriais. Após o uso de Anaerocid® creme vaginal a absorção da clindamicina é mínima; apesar disso, se ocorrer diarréia significativa ou prolongada, a medicação deve ser descontinuada e deve-se proceder ao diagnóstico e tratamento adequados, se necessário. O uso de Anaerocid® creme vaginal pode levar ao superdesenvolvimento de microorganismos não-susceptíveis na vagina, principalmente leveduras. A paciente deve ser orientada a não utilizar outros produtos por via intravaginal e a não manter relações sexuais vaginais durante o período de tratamento com este produto. Uso na gravidez e amamentação: Não existem estudos adequados e bem-controlados em mulheres no primeiro trimestre de gravidez. Como os estudos de reprodução animal não são sempre preditivos da resposta humana, este medicamento deve ser usado durante o primeiro trimestre de gravidez apenas se estritamente necessário. Não foi determinado se a clindamicina é excretada no leite humano após o uso de Anaerocid® creme vaginal, portanto, deve-se considerar cuidadosamente a relação risco-benefício quando se pretender Anaerocid® creme vaginal a uma mãe em período de amamentação. A ingestão acidental do produto seria acompanhada dos efeitos relacionados com níveis terapêuticos da clindamicina oral.

Interações medicamentosas.

A clindamicina, quando administrada concomitantemente com agentes bloqueadores neuromusculares, pode potencializar a ação desses agentes.

Posologia e modo de usar.

A dose recomendada é de um aplicador cheio de Anaerocid® creme vaginal (5 gramas, correspondendo a cerca de 100 mg de fosfato de clindamicina) por via intravaginal, por três a sete dias consecutivos, de preferência ao deitar.

Reações adversas.

O uso de clindamicina em creme vaginal tem sido bem tolerado nos estudos clínicos realizados, tanto em mulheres não-grávidas quanto em mulheres no segundo trimestre de gravidez. As reações adversas mais comumente observadas foram cervicite/vaginite sintomáticas (16%), por Candida albicans (11%), por Trichomonas vaginalis (1%); irritação vulvar (6%). Mais raramente (incidência menor que 1%) foram relatados: tonturas, cefaléia, vertigens, queimação gástrica, náuseas, vômitos, diarréia, constipação, dor abdominal, rash, urticária.

Dizeres legais.

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.
Reg. MS n° 1.3569.0159.

Princípios Ativos de Anaerocid

Laboratório que produce Anaerocid